quarta-feira, 3 de maio de 2017

O VERDADEIRO NOME DE DEUS

sábado, 12 de julho de 2014

CONHEÇA O VERDADEIRO NOME DE DEUS

Por: Alexandre Garcia
VOCÊ saberia dizer com certeza qual é realmente o verdadeiro nome de DEUS? Muitas pessoas sinceras, católicas ou evangélicas, não sabem realmente o nome do DEUS a qual servem. 


Dia destes conversando com um conhecido evangélico ele pergunta: quem é esse tal de YAHWEH? Ao explicar que YAHWEH era o nome do DEUS ao qual ele servia, ele pergunta novamente: Como é que eu já li toda a Bíblia e nunca vi esse nome? E não deveríamos estranhar o fato de inúmeras pessoas não conhecerem O Nome divino, já que a maioria das Bíblias modernas que temos em mãos não nos apresenta DEUS pelo seu nome próprio, mas sim pelo seu titulo de SENHOR. 

A IMPORTÂNCIA DE UM NOME 
Talvez você se pergunte qual a importância de se saber o nome de DEUS. No que isso influenciaria em sua vida espiritual. Não basta conhecê-lo como SENHOR? Não basta conhecer à JESUS? Não basta saber que Ele existe? O que mudaria um nome? Em primeiro lugar, o nome é uma invenção do próprio DEUS. Ao Ele criar o primeiro ser humano, Adão, Ele próprio deu nome a Adão. Ao criar os animais, deu ao homem a incumbência de dar nomes a eles. E Ele próprio tem um nome. Um nome que todos iriam conhecer. (Ez. 39:7). Ao chamar pessoas para algum ministério, DEUS quase sempre muda seu nome, deixando-o conforme sua nova tarefa. Como vimos, nosso DEUS considera muito termos um nome; como poderia eu, nós, considerarmos menos? Portanto, é de suma importância sabermos sim, e divulgarmos que nosso DEUS, o SENHOR, tem um nome. 

TÍTULOS
Deus tem um só nome, mas muitos títulos. Os dois títulos mais comum que Ele apresenta é justamente o título de DEUS e de SENHOR. Sim, DEUS não é nome, é um título que demonstra ao universo inteiro quem Ele é: ao saberem que Ele é DEUS sabe-se que Ele é o ser máximo no universo: máximo em poder, em autoridade, em sabedoria (...) Sabe-se que Ele deve ser o único a ser adorado, Afinal só Ele é DEUS e Criador da vida. O título tem por finalidade mostrar, em uma ou poucas palavras, quem é o ser que o usa e o que ele faz. Outro título fácil de encontrarmos é o titulo de SENHOR. Ele é assim chamado por ser Ele o SENHOR de nossas vidas. Aqui há algo interessante: costumamos adorá-Lo como o DEUS que é, e, da boca para fora, O honramos com nossos lábios chamando-O de SENHOR. Geralmente dizemos: "Paz no SENHOR"! Ou "que o SENHOR os abençoe"! Ou "louvemos o SENHOR". Mas o nosso coração esta longe do SENHOR. O queremos como SENHOR apenas nos lábios, mas não como O SENHOR de nossas vidas. O que significa isso? Significa que O queremos como DEUS, como SENHOR, apenas da boca para fora. Mas não O queremos como O SENHOR que guia nossos passos e nosso viver. DEUS tem outros títulos também, que não nos demoraremos aqui. Apenas os citaremos. Os outros títulos de DEUS são: ETERNO, CRIADOR, PAI, PAI DAS LUZES, PAIZINHO, ALTÍSSIMO, ALFA E OMEGA, JIREH (provedor), NISSI (nossa bandeira), RAPHA (nossa cura), SHALOM (nossa paz), TSIDKENU (nossa justiça), MACCADESHKEM (que santifica), SABAOTH (dos esxércitos), SHAMAH (está presente), ELYON (altíssimo), ROHY (meu pastor), HOSEENU (nosso criador), ELOENÚ (nosso Deus), ELOÉ (vosso Deus), ELOAY (meu Deus) assim como também os já vistos SENHOR ('ADHONAY) e DEUS (EL) entre outros. De JIREH para cá, todos os títulos vem acompanhado de Seu nome. Ex.: YAHWEH SHALOM, que significa YAHWEH é nossa paz. Se você conhece mais algum outro título e quiser citá-lo aqui, esteja a vontade. Geralmente se confunde nome e títulos. Nome nós temos um. Algumas pessoas até mais de um, como minha esposa. Mas títulos temos muitos. Exemplo: Alguém pode se chamar Gustavo. Mas ter os títulos de Doutor, Mestre e Professor (...) Muitos são os Seus títulos, mas Ele nos dá apenas um só nome. 

PRONÚNCIA MAIS POPULAR, PORÉM NÃO A MAIS FIEL
Quem nunca ouviu falar em Jeová? A pronúncia mais popular do nome de nosso DEUS, é cantada em vários hinos, e é parte integrante das Bíblias 'Tradução Brasileira' da SBB assim como também da inglesa 'King James', entre outras. Seja em países de língua inglesa, portuguesa ou outra qualquer, com pequenas variações como um "H", por exemplo, Jeová é o nome mais conhecido de nosso DEUS. Embora seja a pronúncia mais popular, está longe de ser a mais fiel ao original hebraico. Na realidade, o nome Jeová foi criado meio que sem querer. Hebreus massoretas (séc. X aproximadamente) inventaram de introduzir as vogais de'ADHONAY (SENHOR em hebraico - ou meu SENHOR) nas consoantes YHWH. O objetivo original dos massoretas ao acrescentar as vogais de 'Adhonay ao tetragrama, era de que os leitores ao se depararem com  YHWH, deveriam pronunciar 'Adhonai, como já vinha sendo pronunciado pelos judeus antes mesmo de CRISTO. Jamais, em momento algum tiveram eles a intenção de inventar um novo nome para DEUS, chamando-o erroneamente de Jeová.
"Toda vez que os massoretas achavam que algo devia ser lido de maneira diferente do que estava escrito no texto, colocavam suas sugestões de mudanças na margem,  não mudavam o texto em si. Um exemplo é a leitura do nome de Deus, que consiste das quatro consoantes hebraicas YHWH ( chamadas tetragrama), que provavelmente era pronunciado Yavé nos tempos antigos. Mas durante séculos os judeus devotos, temendo profanar o nome santo, não o haviam pronunciado. Em vez disso, quando chegavam ao nome YHWH, diziam Adhonai, "Senhor". Os massoretas, leais a seu principio de não modificar as Escrituras, deixavam as quatro consoantes hebraicasYHWH onde quer que as encontrassem, mas acrescentavam a elas as vogais da palavra 'Adhonai. Todo leitor judeu iniciado que chegasse a essa palavra leria, portanto, 'Adhonai, embora encontrasse apenas as vogais da palavra 'Adhonai acrescentadas às consoantes YHWH. Uma vez que esse principio não era conhecido pelos cristãos quando começaram a usar a Bíblia hebraica nos primeiros tempos da Reforma, o nome de Deus foi transliterado como Jeová e pronunciado da mesma forma". (Comentário Bíblico Adventista, pág. 11 -  Vol. 1).
Jeová é portanto um nome hibrido que não lembra em nada as consoantes do tetragrama hebraico. 
Veja que o tetragrama (יהוה) transliterado para o português, fica YHWH. Agora comparemos este tetragrama (YHWH) passo a passo, desde as inserções das vogais pelos massoretas até chegar ao nome Jeová, nome este difundido no meio cristão pela primeira vez pelo católico e confessor do Papa Leão X, Petrus Galantinus (1518) (THOMPSON, 1992) - e defendido hoje em dia ardorosamente, vejam só, pelas Testemunhas de Jeová. 
(As letras maiúsculas e em vermelho são as originais).
יהוה - quatro letras hebraicas. Escritas da direita para a esquerda, foram estas letras que os profetas hebreus escreveram em seus autógrafos (escritos) originais. Há cerca de 6.828 citações deste tetragrama em todo o Tanak, livro sagrado dos judeus que corresponde ao nosso Antigo Testamento. Da direita para a esquerda temos: ([י] Yud - [ה] Hey - [ו] Waw - [ה] Hey). Mais ou menos como no português, onde temos por exemplo uma letra neste formato "L", e que se pronuncia "Ele", para a letra que tem esta outra forma, "B" temos a pronuncia "Bê" e para a letra "J" temos a pronuncia "Jota".
YHWH - as letras originais do tetragrama hebraico vistas acima, transliteradas - transliterar é transcrever a escrita de um alfabeto em outro -  em nosso alfabeto;
YaHoWaH - as três letras em minúsculo, são vogais da palavra hebraica "Adhonay" incluídas entre as consoantes pelos massoretas;
YeHoWaH - a primeira vogal "a" é substituída pela vogal " e".
jeHoWaH - Transferiu-se o "Y" por "J" para se adaptar ao alfabeto latino. Esta forma ficou imortalizada em inglês através da Versão Autorizada King James;
jeová - forma de como ficou o nome divino visto acima após a inserção das vogais; retirada dos dois "agás" e troca do "Y" por "J".
Note que nesta forma de nome, em português, não sobrou ao menos uma única letra original do tetragrama para contar a história. Portanto, Jeová, nada mais é do que a falta de conhecimento dos cristãos pós massoretas em entender o porque de eles terem inserido estas vogais entre as consoantes; e transliterando YHWH com as vogais de 'Adhonay para o nosso alfabeto, lia-se então Jeová. As vogais, porém, não estavam lá para mudar-se o nome divino, mas apenas para que todo o leitor que se deparasse com o tetragrama, lembrasse de ler 'ADHONAY, ou seja, SENHOR. Jeová, portanto, pode até ser uma forma respeitosa de se chamar a DEUS, mas nunca pretendeu ser o Seu verdadeiro nome. 
Um verdadeiro cristão, um verdadeiro servo do DEUS Altíssimo, chamaLo-á pelo seu verdadeiro nome, deixando a forma católica e jeovista de lado.


Vejamos o que diz o Dr. David H.Stern (Doutor em economia pela universidade de Princeton; Prof. da universidade da California; Mestre em Teologia pelo Seminário Teológico Fuller trabalhando na University of Judaism e autor da Bíblia Judaica: Tanakh e B'rit Hadashah) sobre o nome Jeová:

"O nome ‘’Jeová’’ é invenção moderna, um híbrido baseado nas quatros letras hebraicas numa transliteração em alemão J.H.V.H com as vogais individualmente".

"O mais antigo exemplo que se conhece do emprego da palavra Jeová é do ano 1.518 d.C. É originada da má compreensão de um termo hebraico cujas consoante são YHWH."

Dr. João Batista Ribeiro, Pr. Mestre em Ciência da Religião e professor de hebraico bíblico, pela Universidade Metodista de São Paulo. Dicionário Bíblico, pág. 241.

"A pronúncia Jehovah é um erro resultante entre cristãos por combinar as consoante YHWH com as vogais de Adhonay".

Enciclopédia Americana.

"Jeová. Forma falsa do nome Divino 'Yahweh’"

 Wew Catholic Encyclopedia. (Nova Enciclopédia Católica). 

(Jeová) "Palavra mal pronunciada do hebreu YHWH, o Nome de Deus. Esta pronúncia é gramaticalmente impossível, a forma Jehovah é uma possibilidade filogica".

The Jewish Encyclopédia, pg 160 - (Enciclopédias Judaica).

"Erro de pronúncia do tetragrama. Ou palavra de quatro letras do nome de Deus. Composta pelas letras hebraicas Yod- He- Waw- He. A palavra Jehovah, portanto, não faz sentido em hebraico’’.
The Universal Jewish Enciclopédia. A Enciclopédia Judaica Universal)

"Jeová é uma ironia do nome divino do Deus da aliança de Ysrael".

Nova Enciclopédia Schaff Herzog.

"Jeová é uma forma artificial".

 The Interpreters Dictionary of the Bible (Dicionário dos Interpretes da Bíblia)

"As vogais de uma palavra com as consoantes de outra foram lidas erradamente como Jeová".

 Enciclopédia International.


"Quando os eruditos cristãos da Europa iniciaram o estudo do hebraico bíblico eles não compreendiam o que isto realmente significava, e introduziram o nome híbrido Jehovah. A verdadeira pronúncia do nome YHWH, nunca foi perdia. Vários escritores do grego no primeiro séculos da igreja cristã afirmavam que o nome era pronunciado "Yahweh". Isto é confirmando ao menos pelas vogais da primeira sílaba do nome. A forma curta de Yah que é algumas vezes usada em poesia. Ao menos até a destruição do primeiro templo no ano de 586, a.C. este nome era regularmente pronunciado com suas próprias vogais, como está claramente dito nas cartas de Laquis, escritas não muito depois desta data. Mas a pronúncia do nome YHWH foi evitada, e Adonai, "O Senhor" a substituiu". 
Enciclopédia Judaica de Jerusalém, pág. 680, vol. 7.



"Se bem que favoráveis a opinião de que a pronúncia 'Yahweh' seja a mais correta, nós preferimos adotar a forma 'Jehovah' pelo fato de já ser bem conhecida pelo povo desde o fim do séc. XVI".
Comissão de Tradutores das Testemunhas de Jeová na introdução da "The Kingdom Interlinear Translation off the Greek Scriptures", pg. 23.



Veja que coisa interessante: Até mesmo as Testemunhas de Jeová - ao menos as mais esclarecidas - entendem e concordam que YAHWEH é a forma mais fiel ao tetragrama YHWH.Porém, por razões próprias escolheram a forma hibrida Jeová. E hoje em dia, por razões óbvias,  não podem - e nem querem - passar a chamar a DEUS pelo Seu próprio nome, YAHWEH. Prefere-se chamar e divulgar um nome que é gramaticalmente impossível, dizendo-se apenas que não importa como O chamaremos, desde que entendamos que seja um nome para Ele.


Imagine eu, Alexandre, chegar em outro país por exemplo, e lá me chamarem de "Alecsandro". Eu diria: - "Não, meu nome é Alexandre". Mas as pessoas me diriam: -"Ah... nós achávamos que era Alecsandro. Mas  agora deixa assim mesmo. Todos o conhecem por Alecsandro. O que importa é que criamos um outro nome para você, e o chamamos por esse nome". Eu te pergunto: Iriam estar me chamando pelo nome correto? Claro que não. E o pior é que ainda estariam ensinando a seus compatriotas erradamente o meu nome, mesmo sabendo a forma correta dele. Na realidade o que houve foi apenas uma mudança de posição; antes: "Jeová É a versão portuguesa do tetragrama hebraico JHVH" - [Raciocinamos Fazendo Uso das Escrituras, pg. 155], agora, diante das provas incontestáveis que o nome de DEUS não é Jeová, prefere-se dizer: "a pronuncia original do nome de Deus não é mais conhecida (...) isto não é importante". [O nome divino que Durará para Sempre, pg. 47].
Me perdoem se estou sendo taxativo, mas há a necessidade de se fazer esclarecer. Quanto mais se apregoa que o nome de DEUS é Jeová, como um dia eu também cheguei a acreditar, mais há de se ter que esclarecer a grafia correta: יהוה em hebraico e YHWH no alfabeto latino. Quanto a pronúncia, há ainda muita discussão pois - יהוה - transliterado como YHWH, - parece ser impronunciável. Mas judeus massoretas cuidaram em criar sinais vocálicos para nossa melhor pronunciação. Antes das vogais serem adicionadas ao texto consonantal no século VII de nossa era, a vocalização era inconstante, variando através dos séculos e em vários países.  Em certo número de casos, por exemplo a LXX e outras versões antigas leram as consoantes do texto, mas vocalizaram-nas diferentemente. 
Alguém poderia ler ptt como pateta, patota, e patativa, por exemplo.
Os massoretas inventaram um sistema de dez sinais com variação para as vogais, a, e, i, o, u. O objetivo destes sinais era preservar a melhor pronúncia do texto hebraico.

O NOME MAIS APROPRIADO
Se Jeová, como vimos, realmente não é a pronúncia que mais bem representa o nome divino na língua portuguesa, embora de longe seja o mais conhecido e popular, como seria então este nome? Há na Bíblia alguma pista? Algo que nos acene à memória?
Há em nossas Bíblias uma palavrinha que muitas vezes nos passa despercebido, mas que nos é de grande valia: “Aleluia”! Esta palavra foi retirada do alfabeto hebraico e transliterada para o nosso alfabeto, o latino, ficando então da seguinte forma: “HALLELU YAH”.  O que tem esta palavra de tão interessante assim?
Quando YHWH inspirou os profetas, estes escreveram em seu alfabeto, o hebraico (עברית) – com poucas partes em aramaico. No alfabeto deles, de origem semita, “Aleluia” então originalmente foi grafado pelos profetas da seguinte forma: “הללויה

(הללויה - em hebraico);    
(HALLELU YAH - palavra hebraica transliterada em alfabeto latino);
(ALELUIA – em português).

Mas afinal, o que significa Aleluia? Bem, a primeira parte da palavra, Hallelu (הלל) significa "Louvor"; a segunda parte da palavra é Yah (יה)  uma forma abreviada do nome de DEUS, o tetragrama YHWH -  יהוה). Yah escreve-se com as letras yod (י) e he (ה). Portanto, aleluia significa "Louvem YAH", ou "Adorem YAH". Quem é esse tal de YAH? YAH é a forma abreviada de YAHWEH - uma espécie de apelido, assim como temos Alex, forma abreviada de Alexandre. Há na Bíblia cerca de 25 vezes este tetragrama em sua forma diminuitiva, (Yah) como uma espécie de apelido. Assim como temos o diminuitivo de outros nomes: Alexandre (Alex) Fabiane (Fabi) Eduardo (Edu) Francine (Fran) e assim por diante. Perceba que todos os apelidos tem o fonema inicial do nome. Da mesma forma temos 25 vezes DEUS sendo chamado de YAH. E não de JEOH ou de YEOH... Esta forma abreviada do nome Divino, nos da uma ideia de qual o fonema certo para a primeira silaba do nome de DEUS. Não e Jeo, mas sim, YAH.
Veja em sua Bíblia a primeira passagem em que se encontra "aleluia":
"Desapareçam da terra os pecadores, e já não subsistam os perversos. Bendize, ó minha alma, ao SENHOR! Aleluia"! [Sl. 104:35]- ARA.
A versão em português "Almeida Revista e Atualizada" - ARA, não traz o nome YAHWEH onde no original em hebraico está [יהוה], ou seja: YHWH. Trás SENHOR. Não trás nem ao menos a forma incorreta Jeová. As versões de Bíblias modernas, trazem, SENHOR, ETERNO ou algo semelhante. Acabamos de ver a Almeida atualizada acima. Veja agora a versão Bíblia de Jerusalém:

"Que se acabem os pecadores na terra; e já não mais existam os ímpios. Bendiga a Iahweh, ó minha alma. Aleluia!" [Sl. 104:35] - B.J.

Perceba que a última sílaba de HALLELU - YAH, é a inicial de YAH - do nome YAHWEH. Portanto podemos ver que as primeiras letras do nome divino, não é Jeo, e sim Yah; forma abreviada do nome Divino.

"Cantai a Deus, cantai louvores ao seu nome; louvai aquele que vai montado sobre os céus, pois o seu nome é Iahweh, e exultai diante dele" - Sl. 68:4. -B.J.

Portanto, temos para YHWH, o seguinte:
YHWH - as letras originais do tetragrama hebraico vistas acima, transliteradas em nosso alfabeto;
YAH-   a primeira sílaba do nome divino corroborada pela última da palavra 'aleluia', ou seja 'louvem YAH';
YAH - WE- a pronúncia mais correta do nome Divino, sendo reconhecida por católicos (Bíblia de Jerusalém), Testemunhas de Jeová, e pela grande maioria dos estudiosos hebraístas.

Em Êxodo 3:13, Moisés pergunta a DEUS qual era o Seu nome. No verso subsequente (14) DEUS responde à Moisés: "Ehyeh Asher Ehyeh", que segundo o Dr. David Stern, significa "EU SOU O QUE SOU / SEREI O QUE SOU / SEREI", e acrescentou: "Assim dirás aos filhos de Israel: "Ehyeh" (EU SOU ou EU SEREI) me enviou a vós". (vs. 15: E Deus disse mais a Moisés: Assim dirás aos filhos de Israel: יהוה (Yud-Heh-Waw-Heh), Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó, me enviou a vós; este é meu nome. Os filhos de Israel foram levados ao cativeiro babilônico em 606 a. C. aproximadamente e desde aquela época o nome de DEUS tem sido profanado, contaminado e substituído. Após o nome de DEUS ter sido quase esquecido e trocado por outro, segundo o profeta Daniel, o conhecimento do mundo aumenta (Dn. 12:4). E ele aumenta rapidamente na ciência, medicina, tecnologia (...) Com tudo isso, você não acha que o nosso DEUS esteja novamente revelando o Seu santo nome ao homem para que Ele seja adorado como Lhe convém?
"Até quando sucederá isso no coração dos profetas que profetizam mentiras, e que só profetizam do engano do seu coração? Os quais cuidam fazer com que o meu povo se esqueça do meu nome pelos seus sonhos que cada um conta ao seu próximo, assim como seus pais se esqueceram do meu nome por causa de Baal". [Jer. 23:26-27]-BJ.
"E farei conhecido o meu santo nome no meio do meu povo Israel, e nunca mais deixarei profanar o meu santo nome; e os gentios saberão que eu sou Yahweh, o santo em Israel"- [Ez. 39:7]- BJ.

Como foi visto, a grande maioria de enciclopédias e hebraístas, também as próprias Testemunhas de Jeová, e eruditos judeus, concordam que o nome divino (YHWH) é mais apropriadamente transcrito como Yahweh. Em português, antigamente se escrevia Iavé, mas, segundo o novo acordo ortográfico, o "Y" e o "W" hoje em dia fazem parte do alfabeto brasileiro, podendo-se escrever YAHWEH, YAVÉ ou IAVÉ. Veja que eram retirados o Y, o H e o W. Letras que não existiam no Português, com exceção do H e eram substituídas por letras do nosso alfabeto que reproduziam o mesmo som: Y por I, e W por V. Hoje em dia, pode-se já, se quiser, escrever com as letras originais transliteradas. 


CONCLUSÃO

  • Vimos então que no alfabeto original hebraico, o nome divino é יהוה; (da direita para a esquerda);
  • Para o alfabeto latino, translitera-se YHWH;
  • Em Inglês, Português e na grande maioria das línguas, o nome divino é YAHWEH;
  • Jeová é uma forma errada de se ler YHWH com as vogais de 'ADHONAY. Vogais incluídas pelos massoretas, e erroneamente inserida no meio cristão pelo confessor do Papa Leão X, Petrus Galantinus (1518);
Este post, de forma alguma pretende ser conclusivo e ou verdade absoluta. Mas diz o nosso DEUS: "E farei conhecido o meu santo nome no meio do meu povo Israel, e nunca mais deixarei profanar o meu santo nome; e os gentios saberão que eu sou Yahweh, o santo em Israel". [Ez. 39:7] - BJ.
Eu e você temos hoje o dever de tornar o nome do nosso DEUS conhecido perante o mundo. É claro que conhecer o nome de DEUS, não é garantia de conhecer à DEUS. Para conhecermos à DEUS, precisamos de comunhão diária com Ele, de intimidade. Intimidade não é chamar seu pai pelo nome. Não chamo a meu pai de Valdir. Não digo: "Valdir, você não viu meu casaco?" Digo: "Pai..."
Seja como for, há um só DEUS, e Seu nome é YAHWEH. Este UM SÓ DEUS, se revela a nós em três Pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. 
Mas isso é outra história que você vê CLICANDO AQUI. Que YAHWEH te abençoe hoje e sempre. 


O NOME DIVINO (יהוה), EM DIVERSOS IDIOMAS 
Alemão: Jahwe;
Azerbaijano: Yahweh;
Búlgaro: Яхве-Yakhve;
Bósnia: Jahve;
Bielo-russo: Яхве-Jachvie;
Coreano: 야훼- Yahwe;
Catalão: Yahweh;
Croata: Jahve;
Dinamarquês: Yahweh;
Espanhol: Yahweh;
Finlandês: Jahve;
Francês: Yahvé; 
Grego: Гιαχβε - Giachvé;
Georgiano: იაჰვე- iahve;
Húngaro: jahve;
Holandês: Jahweh;
Hebraico: יהוה - Yhwh;
Irlandês, : Yahweh;
Inglês: Yahweh;
Japones: ヤハウェ Yahau~e;
Javanês: Yahweh;
Laosiano: Yahweh;
Lituano: Jahvé;
Português: Yahweh, Yavé;
Russo: Яхве- Yakhve; 
Ucraniano: Яхве - Yakhve;
Vietnamita: Yahweh.

sábado, 6 de agosto de 2016